16 de set de 2015


O poema de hoje é sobre cutting ou automutilação no corpo (20/07/2003)

Definição: comportamento intencional envolvendo agressão direta ao próprio corpo sem intenção consciente de suicídio. Os atos geralmente tem como intenção o alívio de dores emocionais e em grande parte dos casos, estão associados ao Transtorno de Personalidade Bordeline. As formas mais frequentes de automutilação são cortar a própria pele, bater em si mesmo, arranhar-se ou queimar-se. A automutilação é comum entre os jovens e adolescentes que sofrem pressão psicológica. 

"Cortes + Cortes e + Cortes Baby"

Baby desculpe os momentos tristes.

Baby desculpe os momentos felizes.

Baby desculpe o meu carinho por você.

Baby desculpe o meu amor por você.

Baby desculpe se machuquei você.

Baby desculpe por gostar de você.

Baby desculpe por amar você.

Baby desculpe se fui precipitada demais, dizendo alguma coisa que não tenha gostado.

Baby desculpe pelos cortes + cortes e + cortes baby.

Quando escrevi este poema estava ouvindo Tori Amos - Siren



Fer... Domingo, 20/07/03 Curtindo Tori Amos - Siren 

12 comentários:

  1. R.: Muito obrigada, querida :)
    Beijinhos!

    ResponderExcluir
  2. Um poema com uma mensagem carregada de forte carga emotiva
    Uma composição poética espetacular minha amiga
    Beijos e carinhos

    ResponderExcluir
  3. Por aí à jeito para a escrita.

    Isabel Sá
    http://brilhos-da-moda.blogspot.pt

    ResponderExcluir
  4. Por aí à jeito para a escrita.

    Isabel Sá
    http://brilhos-da-moda.blogspot.pt

    ResponderExcluir
  5. Uma mensagem forte... mas bem passada!

    Bjxxx

    ResponderExcluir
  6. Un extraño comportamiento....emotivo poema!!!
    Buen fin de semana!!! mi g+ para ti!!!:)))

    Besos, desde España, Marcela♥

    ResponderExcluir
  7. Uma mensagem bem forte!

    r: Muito obrigada*

    ResponderExcluir
  8. Muito bom, muito intenso!

    Beijo.
    www.dilemascotidianos.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Esse é o típico amor bandido haushasuahsuasa

    http://www.jj-jovemjornalista.com/

    ResponderExcluir
  10. Essa menina! kkkk

    Pois é, o amor é isso mais aquilo da entrega e do reconhecer se fez algo de bom ou ruim! Se ruim, reconhecer, dar a volta por cima e seguir em frente, né não? kkkkkk

    No seu texto poema de 2003, é o falar, o dizer do quanto gosta e quer continuar a ter o amor ao seu lado apesar de alguma coisa não ter saído certo!

    Espero que tenha reconquistado sem precisar de mutilações, embora a perda de um grande amor é uma mutilação, uma dilaceração.

    O Sibarita

    ResponderExcluir
  11. Mutilação nunca será uma resposta ou um bom analgésico, mas, infelizmente, muitos tendem a usá-la...
    r: Obrigada querida. Vou tentar acalmar-me, bjs :)

    ResponderExcluir